A maltratada companheira de Rory Gallagher!

A guitarra descascada de Rory Gallagher, com seu aspecto “levemente gasto” é uma das marcas registradas do músico. Era seu diário, onde ele registrava seu dia-a-dia, suas emoções, seus medos e suas decepções.

Rory comprou sua famosa Fender Stratocaster em 1962, numa loja de instrumentos usados chamada Crawley‘s Music Centre. O rapaz era apaixonado pela Fender Strato, guitarra usada por um de seus ídolos, Buddy Holly.

O primeiro dono daquela Fender, que Rory viu na vitrine, era também um guitarrista de uma Showband irlandesa. A guitarra veio na primeira leva de Fenders que chegou na Irlanda e era objeto de desejo de muitos guitarristas locais. O antigo dono vendeu a guitarra porque tinha originalmente encomendado um modelo na cor vermelha e, por engano, recebeu aquela peça na cor “Sunburst”.

Nesse ponto as versões divergem. Certos fãs afirmam que esse primeiro dono odiava a cor do instrumento e começou a descascar a pintura com um canivete, deixando tudo na madeira mesmo. Foi exatamente esse detalhe que chamou a atenção de Rory na loja, imediatamente hipnotizado pela aparência da guitarra. Outros afirmam que Rory não gostava da cor e ele mesmo deu o “retoque” na pintura original…

O número de série era 64351 (olha a boa pedida para o jogo do bicho) e foi fabricada em Novembro de 1961. Rory chegou a substituir o braço do instrumento inúmeras vezes ao longo dos anos.

O que pouca gente sabe é que a famosa guitarra foi roubada em 1967, logo após um show do Taste. Rory, desesperado, apelou para um programa da TV irlandesa, chamado “Guardia Patrol”. Fez um apelo em rede nacional e a produção do programa acabou achando o instrumento. O “ladrão” se arrependeu, escondeu a relíquia atrás de um muro e mandou um amigo comunicar a emissora de TV onde se encontrava a guitarra.

Recentemente, a Fender produziu uma série de guitarras exatamente iguais a usada por Rory. As réplicas foram um sucesso de vendas, o que prova a popularidade de Rory mesmo nos dias atuais.

Rory também usava a Fender Telecaster e violões e bandolins Martin, mas sua marca registrada foi mesmo a velha Fender Stratocaster, sua única companheira até seus últimos e solitários dias.

Texto de Bento Araújo
Matéria originalmente publicada na revista poeira Zine número 9.
Para saber mais clique no www.poeirazine.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: