Johnny Kid & The Pirates – Shakin’ All Over (1960)

Uma questão muito comum entre o pessoal que curte rock dos anos 60 é aquela: “O que existia na Inglaterra antes dos Beatles?” Pois bem, pode parecer exagero, mas é claro que depois da explosão Beat de 1962 o rock inglês passou a ser referência mundial até culminar com a British Invasion, dois anos depois. Porém, em 1960, o que existia de mais visceral, juvenil e roqueiro na Inglaterra era a música do Johnny Kidd e seus piratas.

Voltando a 1957, um jovem chamado Frederick Heath formou um grupelho de skiffle, os Five Nutters. Como o líder que comandava tudo, rapidamente o nome passou a ser Fred Heath Combo. Sem nenhuma repercussão, Fred, um showman por natureza, resolve adotar um nome artístico, Johnny Kidd.

Foi necessária a inclusão de alguns novos membros para deixar o som mais agressivo: Alan Caddy (guitarra), Tony Docherty (guitarra) e Ken McKay (bateria). Com esse feroz time estava fundado, em 1958, o Johnny Kidd & the Pirates.

Com o barulho que faziam, conseguiram chamar a atenção de um doido que trabalhava na HMV (subsidiária da EMI) que contratou os rapazes e lançou, em abril de 1959, o compacto Please Don’t Touch, com os vocais ameaçadores de Heath levando a música ao 26º posto das paradas britânicas. (As garotas do Girlschool gravaram com o Motörhead uma deliciosa versão desse clássico no famoso St. Valentines Day Massacre EP).

O grupo continuou na estrada lançando compactos repletos de versões honestas para alguns standarts dos 50s e composições próprias entupidas de energia juvenil.

A cartada final foi dada por Johnny e seus piratas em maio de 1960, com o lançamento da bolachinha Yes Sir, That’s My Baby. Para o lado B, a banda incluiu uma canção gravada ‘nas coxas’ e não completamente terminada: “Shakin’ All Over”.

Crua, rude, áspera e autêntica, a composição não demorou para estourar na Inglaterra, logo sendo relançada como tema principal de outro compacto homônimo que chegou no topo dos charts. Mundo afora, “Shakin’ All Over” se tornou um dos primeiros hinos do rock inglês.

O grupo se apresentava com seus integrantes vestidos de piratas e literalmente botava a casa abaixo a cada apresentação, angariando cada vez mais novos adeptos. Foram também uma das primeiras bandas de rock da Inglaterra a trazer um vocalista que não tocava nenhum instrumento. Johnny era estritamente um front-man.

A energia adolescente dos piratas deixava o pessoal da EMI com os cabelos em pé. Ninguém na estampa sabia como lidar com uma banda tão agressiva (isso em 1960!). Esses problemas aumentaram quando Mick Green veio para as guitarras.

Na metade da década, Johnny rebatizou seu combo como “The New Pirates” e parecia ingressar em uma nova fase de sua carreira, não fosse um trágico acidente automobilístico acabar com tudo e levar a vida de Johnny, em outubro de 1966.

Um dos sobreviventes do acidente foi o baixista dos New Pirates, um sujeito chamado Nick Simper, que depois participaria da primeira fase do Deep Purple e montaria ainda mais tarde o grupo de Hard, Warhorse.

Quem dividia o palco com Johnny Kid em alguns buracos pela Inglaterra era o pessoal do The Detours, que depois adotariam o nome de High Numbers e mais tarde, The Who. Não é a toa que Pete Townshend citou os piratas como uma de suas principais influências e incluiu “Shakin All Over” no repertório de sua própria banda (mais notável é a versão para esse clássico registrada no disco Live At Leeds). Só como complemento, é bom lembrar que Mr. Roger Daltrey abandonou a guitarra e partiu para o posto de ‘lead singer’ por nítida influência de Johnny Kidd.

A lista de seguidores é longa, com Dave Clark Five regravando “You Got What It Takes” em 1967 e o The Expression (um pré-Guess Who) regravando “Shakin’ All Over”, em 1965, um hit no Canadá. Isso sem contar o Led Zeppelin que tem um bootleg batizado de A Tribute To Johnny Kidd And The Pirates, contando com várias músicas da lenda inglesa do início dos anos 60.

Hail Johnny!

Texto de Bento Araújo
Matéria originalmente publicada na revista poeira Zine número 12.
Para saber mais clique no www.poeirazine.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: