Browsville Station

No Brasil, o Browsville Station acabou ficando (mais) conhecido em meados dos anos 1980 graças à regravação do Mötley Crüe para a canção “Smokin’ In The Boys Room”, um hino rocker da década anterior. Falando em década anterior, foi nos anos setenta que dois ótimos álbuns da banda foram lançados por aqui, mas não venderam quase nada; são eles: School Punks (1974) e Motor City Connection (1975).
A grande sacada do trio era fazer uma música descompromissada e irreverente, o que acabou atraindo muitos DJs de rádios AM pela América. Isso, aliado as extensas tours do pessoal, ajudou bastante ao grupo cravar seu nome na história do rock. Como se isso não bastasse, eles ainda tinham um frontman único e divertido: Cub Koda, um guitarrista/vocalista com cara de nerd e que era também um jornalista/estudioso do rock em suas principais vertentes. Koda acreditava que o rock n’ roll era a forma mais eficaz e selvagem de entretenimento; não é a toa que entre os fãs da banda está um tal de Alice Cooper.

Fato: Os jornalistas da revista Creem chamavam o som criado pela banda como “Pizza Music”, o que não deixa de ser verdade, pois o rock praticado por Cub Koda e companhia era uma farra só; literalmente delicioso.

Ouça: Yeah (1973)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: